BLOG

Psicologia positiva: visão empresarial

O que é a psicologia positiva? Como isso agregaria na visão empresarial? É vantajoso aplica-la? Quais são os custos? São algumas das perguntas que você deve estar se questionando neste momento e ao decorrer do texto, vou responde-las.

O bem-estar dos funcionários é algo primordial para um ambiente mais harmônico e uma rotina mais produtiva, além disto é muito provável que se uma pessoa estiver feliz com seu trabalho, sua satisfação com a vida pessoal também estará maior. Portanto, o meio profissional não é mais visto apenas como uma fonte de renda, mas também, como uma via de felicidade.

Na contemporaneidade, a psicologia positiva tem ganhado cada vez mais voz, ela mostra os aspectos positivos, mudando o foco de perspectiva do ser humano, por exemplo, como e o que os fazem felizes, buscando as capacidades mais elevadas nas pessoas e assim conseguindo desenvolve-las com sucesso. Por isso, conhecer cada funcionário e entender o ambiente organizacional é muito relevante e acima de tudo, propiciar um clima positivo, tornado um centro de forças e virtudes, deixando a visão de que a organização só é um ambiente de problemas a solucionar.

Vantagens da psicologia positiva no âmbito empresarial

Estar em uma instituição com um ambiente negativo pode prejudicar não só a saúde mental, como também a saúde física. Alguém que vive com medo ou stress intenso pode não ser capaz de afastar sua vida privada desses sentimentos. Trabalhar numa organização pode ser um trovão as potencialidades individuais ou um espaço de superação, como por exemplo a produção de pessoas mais engajadas em suas funções e um melhor bem-estar. Portanto, gerir pessoas não é apenas ¨consertar¨ o que há de errado nelas, mas identificar e desenvolver as suas forças, gerando uma vida equilibrada.

Além disto, um aspecto muito importante da psicologia positiva é a resiliência, que seria a capacidade de mudar de acordo com as adversidades passadas. Assim, essa característica mostra as forças pessoais, revelando potenciais a serem explorados, tornando os mais produtivos, principalmente no meio profissional, um atributo muito necessário para os membros de uma organização. Com isso, ela promove um crescimento individual mais satisfatório. Por outro lado, também existe o otimismo, que surge para complementar a ideia de focar em tomadas de decisões proativas, protegendo tanto a saúde física quanto a mental, dado que este foca em não ver a vida de uma forma pessimista e sustenta expectativas de êxito no futuro.

Alguns pontos benéficos desta seriam:

1-Trabalhar os pontos fortes individualmente e de equipe;

2- Diminuir a competitividade entre os membros, cada um tem algo diferente a oferecer;

3- Aumentar a empatia e a sensação de pertencimento;

4- Avaliação desempenho com resultados cada vez mais altos.

 Nas empresas, é difícil ter um espaço para errar, porque qualquer erro pode se transformar em algo mais sério ou até mesmo prejudicar alguém, se houvesse um espaço para o erro e para consertar este, buscando o acerto, as pessoas viveriam menos pressionadas e mais confiantes para realizar seu trabalho.

Avaliação Desempenho com resultados mais altos

Com o objetivo de sua empresa possuir um ambiente positivo e não ¨corrosivo e poluído¨ uma boa avaliação desempenho é essencial para as instituições, afinal é uma ferramenta caracterizada por analisar o comportamento dos funcionários durante um intervalo de tempo, pessoas interagindo com pessoas de forma mais ordenada e coordenada. O trabalhador deve se reconhecer realizado para se tornar mais produtivo, obtendo um lucro crescente e diminuindo o turnover dos integrantes da instituição. Ademais isto se relaciona, principalmente, com a satisfação dos clientes, visto que ocorre essa fusão entre colaboradores e organizações, suprindo a necessidade de ambos os sistemas.

Com isso, surge a importância de dar e receber feedbacks bons ou construtivos para que todos possam evoluir cada vez mais em seus ofícios. De acordo com empresas como: Airbnb, no Vale do Silício, Scheryl Sanderberg, COO do Facebook e uma das 100 pessoas mais influentes no mundo segundo a revista TIME, a primeira coisa que olham numa pessoa com potencial é “Alguém que receba bem um feedback¨. Porque pessoas que recebem bem um feedback são pessoas que podem aprender e crescer rapidamente na organização”. Sendo assim, foi constatado na última pesquisa nacional que 58% dos funcionários das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil receberam mais de três feedbacks no ano, com isto os funcionários são mais felizes e engajados.

Burnout X Psicologia Positiva

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional, caracterizada pelo estresse e exaustão, relacionado com o ambiente de trabalho.

Segundo uma entrevista que realizei com a psicóloga Simone Freitas Fuso, especialista em neuropsicologia, mestra e doutora na área de psicobiologia: ¨Na época que vivemos hoje, há um adoecimento de muitas pessoas. Quando falamos de empresas pensamos muito no ¨burnout¨ , uma situação extrema a qual a psicologia positiva tenta evitar. Vejo o movimento de empresas que tentam trazer a psicologia positiva no dia a dia dos funcionários, propiciando um ambiente de mais emoções positivas e diminuindo as negativas, desde como tratar o funcionário, do ambiente físico até o social, como por exemplo a Google, onde existe uma área de descanso, com possibilidade de fazer uma massagem ou até outras atividades, visto que são coisas que trazem um bem-estar, resultando em um melhor engajamento, relacionamento e cada vez mais inserindo a cultura empresarial em cada membro. Esses são exemplos de como a psicologia positiva pode agregar no contexto empresarial¨.

¨Pra mim, a psicologia positiva é uma maneira de ver o mundo em que você trabalha, olhar o que as pessoas têm de mais brilhante, e assim fazer com que se previna diversos transtornos mentais. Além de ser uma possibilidade das pessoas fazerem o que elas fazem de melhor e viverem mais felizes com isso¨, psicóloga Simone Freitas Fuso. Como resultado dessa nova psicologia surgida e aplicada no meio empresarial, os funcionários estarão mais contentes e satisfeitos com suas funções e com um ambiente mais leve dentro da instituição. Aplica-la depende de todos, pois uma ação isolada não fará efeito, é necessário que tenha uma mudança de cultura geral da organização.

Portanto, a psicologia positiva, além de ser uma nova vertente surgida para complementar a psicologia já existente, é focada, principalmente, no otimismo e no bem-estar humano que por sua vez é algo fundamental na visão empresarial, por garantir uma vida pessoal e profissional mais satisfatória.