BLOG

Processo Seletivo X Hunters

                Os movimentos empresariais mudam constantemente, a cada mudança, as empresas devem acompanhar o mercado, desde adaptações a produção, até na seleção dos colaboradores. Atualmente, as tendências apontam fortemente para a terceirização, indicando o crescimento de consultorias, e de negócios que facilitem as atividades de outras empresas, e um forte movimento “Business to Business”. Logo, chega-se à um debate essencial, sobre como selecionar futuros colaboradores, com isso, vem a nova disputa do mercado, entre Processo Seletivo X Hunters.

Um Hunter é um profissional, ou um grupo de profissionais, que partem de uma necessidade de uma nova leva, ou de vagas específicas em empresas. A partir de uma base de dados, buscam oferecer candidatos diretos para essa posição, podendo esses serem efetivados diretamente, ou indicados à uma entrevista. Em troca disso, muitas vezes, ganham uma comissão sobre cada contratação. Essa nova profissão de Hunter demonstra uma crescente demanda no mercado atual.

            No entanto, o processo seletivo deve ser algo pensado com muito cuidado, e deve ser específico para cada empresa. Logo, além dos Hunters, existe a opção de um processo seletivo próprio, sendo desenhado pela empresa em si, ou por consultorias específicas em gestão de pessoas. Tem-se como exemplo o Boston Consulting Group e a McKinsey & Company, que tem uma área especificada para isso.

Vantagens e desvantagens de Processo Seletivo e Hunters.

            As duas opções, como qualquer decisão corporativa, têm suas vantagens e desvantagens. Os Hunters facilitam o trabalho, por ser algo terceirizado, e que já contam com uma base de dados prévias, ao passo que criam uma dependência com o profissional. Enquanto a elaboração de um processo seletivo, apesar de trabalhosa, provém de um movimento interno da empresa. Esse promove e seleciona os candidatos baseados em diversos métodos, que avaliam desde competências necessárias ao cargo, até a compatibilidade com a cultura empresarial, podendo ser reutilizado em diversos processos.

            Por isso, a escolha entre Processo Seletivo X Hunters deve ser tomada com extrema precaução, visto que será a seleção dos futuros talentos da empresa. Portanto, querendo ou não, é algo que impacta diretamente na produção atual e futura da empresa. Com isso, pode acabar afetando também, a relação com os membros efetivos da empresa e os gastos futuros com implantação de cultura.

Logo, mesmo sendo uma decisão específica para cada empresa, o processo seletivo demonstra uma extrema independência com uma eficácia visível a curto prazo, e fundamental para o logo prazo. Contudo, a confiança para a elaboração de uma seleção de colaboradores deve ser feito com uma consultoria confiável. Tendo isso em vista, a Consultoria RH Júnior, empresa especializada nesse mercado, com mais de 16 anos de experiência, coloca-se a disposição para qualquer dúvida.

         Por Arthur Buzato, graduando em Administração de Empresas na Fundação Getúlio Vargas e Gerente Comercial na Consultoria RH Junior.

Categorias