A Importância do Plano de Desenvolvimento Individual no crescimento de colaboradores

Em uma empresa, é de extrema relevância que todos os colaboradores procurem se desenvolver para exercerem suas atividades sempre com excelência e, ainda, que sejam estimulados a isso. Entretanto, na realidade, o processo de crescimento pode ser dificultado, em função de fatores a exemplo do desconhecimento de competências, que devem ser aprimoradas, e da ineficiência dos métodos de desenvolvimento.

Segundo o Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), investir em pessoas é garantia de retorno e sucesso nas empresas, já que profissionais capacitados e motivados estarão sempre abertos para novos desafios e preocupados com o seu aperfeiçoamento contínuo. Por isso, é imprescindível que a gestão de pessoas esteja atenta à evolução e às dificuldades dos membros da organização, bem como preparada para auxiliá-los no crescimento pessoal e profissional.

O Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) é uma ferramenta que visa potencializar as capacidades dos colaboradores, levando em consideração as demandas atuais desses últimos; prepara-os para ocupar diferentes cargos ou desempenhar atividades no futuro e, dessa forma, atende às expectativas da própria empresa. Ademais, mostra-se como uma fonte de motivação aos colaboradores, quando eles percebem seu crescimento.

Para que o PDI se torne um instrumento mais completo, é necessário utilizar informações coletadas por meio da Avaliação de Desempenho e dos feedbacks realizados a respeito do colaborador ou recebidos por ele. Há, também, a importância de instigar o colaborador a fazer uma autorreflexão, para que ele possa salientar aspectos nos quais gostaria de se desenvolver.

Após a análise dos dados pessoais, o responsável por elaborar o PDI deverá criar planos de ação que auxiliem no desenvolvimento das competências citadas na coleta, trazendo ações personalizadas para a realidade de cada colaborador. Assim, ele está apto a aplicá-las no seu dia-a-dia. Esses planos de ação devem ser revisados com frequência, a fim de se detectar caso algo possa ser modificado ou acrescentado e se os membros da empresa estão evoluindo ou estagnados em seu crescimento. Dessa forma, inovação e cautela tornam-se fundamentais no momento em que os planos de ação são traçados.

Em suma, o Plano de Desenvolvimento Individual é uma peça-chave dentro das organizações pois, ao elaborar uma estratégia de desenvolvimento para os colaboradores e de auxiliá-los em seu crescimento, a própria empresa se beneficiará, por contar com uma equipe altamente qualificada e motivada.

Por Simone Evangelista, graduanda em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e diretora de Recursos Humanos da RH Junior Consultoria